Na Promessa do [teu] Regresso


Partes por hoje porque urge a vida
em coração de corpo e alma na esperança do regresso
por aqui o teu canto não perderá voz
aguardamos na ânsia do teu saber empírico
porque sem ti, nós, não somos nós
e a vida ganha em sarro um sabor fatídico

Partes com hora marcada para voltares aqui
às pedras deste castelo edificado
onde a alma no teu corpo se estende na voz
porque sem ti, nós, não somos nós
e se cala o canto, amordaçado

Partes para que regresses logo em seguida
porque ambicionamos a vida em ti personificada
a mente exalta indiferente, até esvaída
a vida não é Sida, porque a Sida também é vida
porque sem ti, nós, não somos nós
e a construção do tudo se resume ao quase nada

Dedico estes rabiscos ao Raúl, com a esperança de um até já,
de coração para coração ...

12 comentários:

R. Rudoisxis disse...

Tenho uma lágrima no canto do olho...canta o Bonga e eu sinto-a neste momento.
Voltarei sim, aliás nunca deixarei de aqui estar.
Pega no leme e mareia a nau por mares revoltos às vezes na procura das riquezas que lá longe a alma humana tem.
Bonita a homenagem que me prestas num momento particularmente dificil para mim.
Estarei por mares desconhecidos à procura do el dorado da vida, entregue nas mãos de experientes navegadores aos quais entrego a minha vida.
Aguardo com ansiedade ouvir o maravilhoso barulho irritante dos bip bip das máquinas, que me darão a indicação de que o pior já passou.
Até breve ou até sempre amigo.

M. disse...

Alguém tem aí uma caixa grande de Kleenex??? isto não pode ser assim, pôem-me a chorar desta maneira e depois ainda tenho de ler "até sempres"?? até sempre o tanas Raul se não te levantas na próxima semana levas tanta porrada que nenhum santo te vai querer ver à frente oubiste?! vai correr tudo bem! é uma coisinha de nada e ficas tão fino que voas até aqui mais depressa do que o heli!!
Tu tens muito que fazer ainda aqui no meio da gente e sobretudo muito para [ME] ensinar!
Até já.

Beijos e abraço nesse coração.

SILÊNCIO CULPADO disse...

Paulo
Também eu já estou cafum, cafum.
É uma homenagem linda esta que prestas ao nosso Raúl dizendo-lhe quanto o estimas e o quanto o estimamos e precisamos dele para imprimir força a todas as causas solidárias nomeadamente do HIV.
O Raul é o meu heroi mas eu não vou dizer tudo para ele não ficar inchado.
Guardo para os próximos posts que ele irá ler quando estiver bonzinho.

Abraço

sideny disse...

paulo
bonita homenagem ao raul.
eu que não sou de chorar estou de lagrimas nos olhos.
todos nos o estimamos , ele que se ponha bom rapidamente, e que não se habitue ao barulho daquelas maquinas, são tão erritantes, eu que o diga.

para a outra semana ja esta a escrever, cheio de força.

beijocas

Maria Dias disse...

Fico triste com esta notícia, mas estarei aqui mesmo na tua ausência Raul.Tenho certeza que quando voltares, esta casa estará bem arrumadinha,quentinha e perfumada para te acolher e aconchegar.Paulo me emociona mais uma vez com estas palavras que lhe sai de dentro da alma...Estou aqui junto aos outros torcendo por ti...Torcendo por todos vocês...Torcendo por nós.Para q o futuro venha mais claro...Mais nítido...Cheio de respostas e solução.

Raul...Beijos no teu coração e tenha certeza que daqui do outro lado do mar,te envio meus melhores pensamentos de que prontamente se restabeleças e volte o quanto antes para nós.

Maria

Odele Souza disse...

Paulo,
Tua homenagem ao Raul é comovente. De amigo para amigo.

Raul, fortalece-te e volta!

Um abraço.

Hermínia Nadais disse...

Querido amigo, virtual mas amigo!
Estou contigo a enviar-para ti e para todos vós que tão bem vos auxiliais toda a força de que for capaz.
Entrar nos vossos espaços é uma benção... pois vós respirais vida por todos os lados.
Que o Céu vos proteja para continuardes a jorrar a vossa vida para todos nós que tanto precisamos da vossa força que envergonha qualquer pessoa.
Espero por si ardentemente.
Beijos a todos

Fatyly disse...

É por ISTO que faço da net o meu espaço de convívio, porque Paulo esta lindissima homenagem que fazes ao Raul também servirá a qualquer um de nós cujas baterias estejam um pouco descarregadas.

Ele vai ouvir os bip, bip de tal forma que terei que lá ir:) baixar o som daquela "porra toda" e o pessoal do hotel dirá: vá já embora porque o Siô está super bem, renovado e com pilhas duracel.

Um abraço sincero aos dois e a todos que vierem aqui por bem e vão dando notícias.

setesois disse...

Olá boa noite, eu ao contrário de todos, vejo aqui um dos mais belos poemas de amor, um dos poemas de paixão e afecto, que já muito não tinha oportunidade de ler.

Ao Raul uma abraço fraterno e que tudo fique bem rápido.
Um abraço amigo também para ti Paulo,

Tudo de bom

setesois disse...

Rectifiquei o que queria dizer, não me tinha dado conta que podia eu mesmo eliminar o meu comentário

As minhas desculpas ao Paulo

Uma bem-haja com tudo de bom

Brancamar disse...

Querido amigo,

Palavras tão lindas as tuas, tão sensíveis! Bela homenagem! Vai correr tudo bem, o Raul acredita nele e tem muita força. Desculpa só agora chegar aqui, mas são coisas assim de amizade que me têm levado por outros mares. Perdi alguém maravilhoso este fim de semana com quem tinha muito a aprender, mas estais aqui vós e é a vida que está acima de tudo.
Mil beijinhos.
Branca

Paulo disse...

Agradeço a todos a leitura destes rabiscos dedicados ao nosso Raul, pela pessoa que é, e que nos ensina também a ser.

Um abraço imenso para todos.