A Meditação retarda a SIDA


Um estudo recente concluíu que a meditação eleva a contagem de células T CD4 em portadores do vírus da imunodeficiência humana.

A investigação foi efectuada com a participação de 67 adultos VIH positivos, que declararam ter um ritmo de vida muito stressante. Deste universo, cerca de 30% encontram-se sob terapia antiretroviral. 48 voluntários participaram parcialmente ou na totalidade de um programa de diminuição de stress, denominado "Meditação Mente Completa", definido como a prática de uma percepção aberta e receptiva do momento presente, evitando o pensamento no passado e a premeditação do futuro, como uma preocupação constante e obsessiva.

As contagens de células T CD4 foram efectuadas antes e após dois meses da conclusão do programa. Nos 48 voluntários que participaram na prática da meditação, ocorreu um aumento significativo das células T CD4, face aos restantes participantes.

O treino anti-stress através da meditação pode ter um impacto directo no atraso da progressão do VIH, mesmo quando este se encontra controlado face ao uso da terapêutica antiretroviral (HAART). O stress tem efeitos directos na carga viral, pelo que, o seu controle permite melhorar a qualidade de vida dos portadores.

Este estudo, publicado no jornal "Brain, Behavior and Immunity", sugere a prática da meditação como um tratamento complementar poderoso para o VIH, em conjunto com os fármacos utilizados na supressão vírica.

Viver um dia de cada vez, sem encontrar no passado a culpa e o arrependimento constante pela realidade presente, evitando olhar o futuro como sinónimo de sofrimento, agonia e morte, contribuirá decerto para atrasar significativamente a progressão para o estádio de SIDA, recuperando e mantendo o sistema imunitário, viabilizando a defesa natural das infecções oportunistas.

O sistema nervoso actua directamente no complicado mecanismo que nos defende das agressões a que diariamente estamos sujeitos, pelo que, o cumprimento de uma vida saudável, assente na felicidade traçada a partir de todos os momentos, em que a paz seja uma constante, evitando o stress e os pensamentos que fomentem o aumento da tensão, poderão constituir uma terapia complementar a esta patologia, conquistando tempo com qualidade, ao tempo que dispomos para viver, que se acrescenta a cada dia que passa.

32 comentários:

SILÊNCIO CULPADO disse...

Paulo
Acredito piamente nesta versão. Sou dos que atribuem à mente um papel determinante nas diferentes terapias. Isto é científico.
Recordo do falecido Dr.Gentil Martins do IPO ter levado à televisão pessoas que se curaram do cancro. Todas elas tinham em comum a crença que conseguiriam vencer a doença.
A mente faz milagres. Em contrapartida o stress e o desnorte são a destruição.

Beijos

f@ disse...

Paulo isso mesmo... conquistar o tempo arejar a vida nos dias de sol ou nas gotas da chuva... apanhar folhas que voam agora sobre as nossas cabeça... ver bem as cores do Outono depois as do inverno na fogueira quentinha da lareira... dos corações...
e beijinhos das nuvens

R. Rudoisxis disse...

Não podia estar mais de acordo contigo acerca dos poderes da mente sobre o fisico. Não sei se aqui ou noutro lugar qualquer, já escrevi sobre os efeitos terapêuticos da mente sobre o corpo.
A meditação, a fé e o acreditar na cura é meio caminho andado. Os médicos sabem disso, e a prova mais evidente desse saber são os placebos que tantas e tantas vezes operam milagres. No entanto o controlo da mente é algo que só poucos conseguem totalmente e precisamos de boosters para ajudar nessa terapia. Que resulta ninguém duvide. Um abraço

Fatyly disse...

Gostei muito deste teu espraiar de ideias fabulosas e não é por acaso que existe um ditado muito antigo: quando a cabeça não tem juízo o corpo é que paga.
Acredito no que dizes,não conheço as terapias propriamente ditas, porque nunca tive tempo para as praticar, como por exemplo o yoga, só conheço a minha experiência e terapia pessoal: nunca perder o ACREDITAR, o SORRIR, o VIVER UM DIA DE CADA VEZ e quando atulada de problemas, acalmar-me até sentir a paz interior, pensar positivo, mudar as lentes do meu cérebro e dessa forma vencer e ajudar a vencer.
Familiares e amigos passaram, como se diz no Brasil "as pampas" e estão aí no meio dos mortais.
Todos nós precisamos uns dos outros e na sociedade há algo que me irrita solemente: estás a falar com alguém sobre o que sentes, o que te dói e em vez de escutarem, não, atacam dizendo que também têm tudo a dobrar e que conhecem A ou B até Z que morreu disto e aquilo, numa morbidez apalermada e qual é o resultado? ficas pior ou dá vontade de o mandar à merda com todas as letras (desculpa):)

A culpa é do stress - palavra pomposa - qual stress qual quê, eu aplicaria outra melhor - parvalheira- porque também trabalhei que nem doida, utilizei transportes públicos que eram um desastre tal como a Linha ferroviária de Sintra e dou sempre na carola aos jovens que falam desanimados, desacreditados, apáticos... CARAMBA há que fazer o que atrás mencionei.
Também tenho os meus momentos menos bons e há dias estive com o meu amigo de longa data, que tem limado o seu brilhante (como ele chama à Sida) e disse-me algo muito interessante:
-ai mulheri, mulheri tu é que devias investigar o virús.
Eu?
sim, claro que sim, o gajo fugia a sete pés dos milhares tubos de ensaio do mundo, nunca mais infectaria ninguém como a dizer: lá vem a arrasa montanhas do pessimismo e eu assim não posso fazer das minhas.
Tu és doido, eu faço lá isso. Sou igual a milhões, pah, todos podemos ser positivos.
Ai não? lembras-te quando eu há X anos fiz o que fiz?
Sim e daí?
Foste tu que me puxaste as orelhas e não me lasgarte no hospital.
SE fosse ao contrário, não farias o mesmo?
Amiga, não sei só sei que adoro falar contigo, mesmo em silêncio e nisso és mestra:)

Eu só tenho dois neurónios e para já empresto-te um, queres? LOL

Um abraço Paulo, muita gande como diz a minha neta e vamos continuar a AMAR E LUTAR PELA VIDA!

BOM DIAAAAAAAAAAA

navegadora disse...

Paulo, sei que é assim, sinto na "pele" as marcas de uma intervenção cirúrgica feita recentemente e nos dias em que consigo estar calma e com pensamentos positivos as dores são menos intensas.Quando faço meditação é como se o meu corpo estivesse de novo "inteiro". Todas as situações agradáveis reforçam as nossas defesas...por isso força...um sorriso nos lábios...a brisa na pele...o calor do sol...a ternura de um beijo é tudo o que te desejo...tu mereces...o teu corpo agradece:)

Paulo disse...

Lídia

De facto a tensão, o nervosismo, o stress e tudo aquilo que ponha em causa o equilibrio emocional das pessoas, afecta directamente o bem estar fisico.

Associar uma patologia existente a uma vivência stressante, será promover desmesuradamente a sua progressão e o consequente detrimento da qualidade de vida.

Um abraço apertado.

Paulo disse...

F@

Nas nuvens encontro o lugar ideal para a meditação, no espaço que sustenta o paraíso, no qual me revejo, durante o percurso da vida.

Beijinhos nas nuvens.

Paulo disse...

Raul

Lembras-te de quando nos conhecemos e me apanhaste nos primeiros tempos de infectado?

Não dizia, nem fazia coisa com coisa...

Actualmente, vivo muito melhor e em pleno como te vais apercebendo.

Passado e futuro não existem. O presente, este momento, sempre.

Um abraço

Paulo disse...

Fatyly

Acreditar.

Sorrir.

Viver um dia de cada vez.

E a força com que me "botas" pra cima, em vez de censurar, culpabilizar, etc., faz-me sentir muito feliz.

Obrigado pelo teu testemunho, pelo teu comentário, que me deixou muito contente.

Já te disse: Quando for grande quero ser como tu, e sei que me ajudarás (como me ajudas sempre) a lá chegar.

És grande, de tão fixe que és...

Beijinho enorme

Paulo disse...

Navegadora

Agradecido estou eu com o teu comentário e o meu corpo está leve como uma pena.

Gostei mesmo muito de teu testemunho e da experiência que nos revelas.

Um beijinho

isabel mendes ferreira disse...

um dia. sempre.


sereno. íssimo.



depois os outros serão....


espera-se.




abraço.

Mariz disse...

PAULO QUERIDO!!!!

GRATA!!! SEMPRE!!!
ESTOU SEM COMPUTADOR E VIM AO CENTRO DE SINTRA A UM CIBER CAFÉ, MAS HÁ MUITO BARULHO, E NÃO GOSTO MUITO DISSO COMO SABE...É MUITO RARO SAIR DA MINHA "TOCA".
pORÉM ESTE TEXTO VEM AO ENCONTRO REALMENTE DO QUE SMEPRE FALEI. AGUARDO E CASO ESTEJA DISPOSTO DE INICIARMOS ESSA CURA...QUE POODE LEVAR ALGUM TEMPO MAS PELO MENOS SABE QUE HÁ UMA META A ATINGIR DESDE QUE SE (RE)LIGUE! BEIJOS MEUS
MARIZ

Odele Souza disse...

Simpatizo muito com a meditação para aliviar stress. Gosto particularmente da meditação transcendental, aquela que se fica repetindo um mantra até esvaziar a mente. Muitos insights vêm desses momentos.

Abraços.

Paulo disse...

Isabel

Terna a visita e o beijo que lhe deixo, pela imensa capacidade com que veste os palcos onde medito, cresço e

nasço

e ascendo

de dentro para fora.

Alma agrade[sida].

cida.

Paulo disse...

Mariz

Feliz em tê-la aqui.

Ao redigir este post fiquei ansioso para que o lesse, onde se prova que a meditação poderá contribuir para a subida das nossas defesas e consequentemente da nossa qualidade de vida.

Com todo o tempo do mundo e com a sua contribuição, a meditação será a terapia complementar que adoptarei.

Um abraço total, em equilibrio.

Paulo disse...

Odele

Nunca experimentei qualquer tipo de meditação. Confesso estar curioso, até porque, descomprimir faz sempre muito bem à saude.

Obrigado pela visita.

Um beijinho para Si e outro, do tamanho do mundo, para Flávia.

isabel mendes ferreira disse...

olá Alma sensível!!!!!!



. abraçO.......

sideny disse...

Não sei se a meditação faz bem!
Talvez faça não sei.
mas pensamento positivo,não estar sempre a matutar na doença, isso sei eu que da resultado.
E estar bem informado ,sobre a doença e tambem muito importante.
beijinho

sideny disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulo disse...

Isabel

Um beijo terno

e

um fim de semana acima do paraíso.

Paulo disse...

Sideny

Óptima ideia em teres colocado uma ilustração no teu perfil.

Personaliza-te, sabes?

E podes ir trocando de vez em quando, por outras que gostes.

Sim, pensamento positivo, sempre.

Um bom fim de semana.

Beijoka gôda

Hermínia Nadais disse...

Ora aí está uma coisa maravilhosa, tentar acabar com o stress... que juntamente com pensamento positivo sem sombra de dúvidas são o melhor remédio para todas as doenças.
Força amigo!

Maria Dias disse...

Oi Paulo...

A mente tem sim muita influência em nós.Basta ver q se achamos q estamos com algum mal imediatamente passamos a sentir os sintomas do q achamos ter.Aprender a respirar...A relaxar...Ter um certo controle da mente é um adianto...O stress abaixa a imunidade em qualquer situação e a meditação reduz o stress e descança os pensamentos...

Texto muito bom querido...

Beijinhos e boa semana!

Paulo disse...

Hermínia Nadais

Obrigado pela visita.

Que aqui se sinta em casa.

Pensamento positivo sim, sempre.

Um beijinho amigo

Paulo disse...

Maria Dias

Gosto muito da tua nova foto, sem óculos!

Agora sim, estás no teu melhor.

Tens muita razão em tudo o que dizes, sim! Contigo aprendo também!

Um beijinho especial

isabel mendes ferreira disse...

o paraíso mora onde?


sorriso?

.

Paulo gostaria de saber sem ser um lugar comum comentar-te neste post...:(.

não sei. desculpa.
~

fica o rasto da minha sincera solidariedade.


e aquele abraço.

Mariz disse...

Paulo Querido amigo!
Vim de novo aqu8i ao centro e aproveitei o ciber café para escrever aos amigos mais chegados.Estou surpreendida consigo...enviei os meus contactos para que no caso de disponibilidade, começar com a terapia a que se propÕs e vem aqui referida neste post.
Vou ver os mails..talvez haja algum seu. Um abraço sem stress!!!! e em sereniudade!
MAriz

Paulo disse...

Isabel

O paraíso mora no lugar onde só o vento é raiz, para lhe dar um exemplo.

Mora também na serenidade que alcanço com a reciprocidade de pessoas como a Isabel e a M.

:)

Pois é...

O mundo real, é o palco onde não vivo, propositadamente.

Um beijo terno.íssimo.

Paulo disse...

Mariz

Agradeço-lhe os contactos que me deixa. Em breve contactá-la-ei.

Não me tem sido possível devido a afazeres profissionais...

Obrigado pelo seu cuidado e amizade.

Abraço sempre total, em equilibrio.

Leila disse...

Olá Paulo

Venho por intermédio da minha querida mana Maria (Sou Pó e Luz) para deixar aqui um breve comentário, a dizer que a pacificação do espírito através da meditação de facto fortalece nosso sistema imunológico, e que o mais importante nem sempre é uma técnica específica. O que parece essencial e útil para a mobilização das forças do organismo é renovar todos os dias de forma sincera,o contacto,a disposição favorável e o máximo de calma com o que há de profundo e de melhor dentro de cada pessoa. Com a força vital que vibra em toda parte dentro do nosso corpo. E saudá-la com respeito.

Gostei muito do seu blog!
Bem haja,
Leila.

isabel mendes ferreira disse...

o.
b.
r.
i.
g.
a.
d.
a.___________Paulo....:)


_________________devo à M....este palco "real".



beijo.

Brancamar disse...

Querido Paulo,

Este texto é um alerta muito importante, infelizmente hoje o mundo do trabalho é feroz e cada vez é mais difícil que as pessoas consigam tirar um tempo para a meditação. No entanto é importante que estejam atentas e o façam sempre que possível. Tenho acompanhado por aqui alguns amigos com doença oncológica e muitos têm-na vencido, felizmente, com grande ajuda dessa tranquilidade e força de vencer.
Beijinho muito amigo para ti.
Branca